Seguidores

24 de agosto de 2010




ETERNAMENTE

Nada fale...
Apenas viva este momento infindo
Que só terá fim
Se a gente quiser...
Nada faça
Apenas sinta a magia deste momento
Que não se repetirá
Pois o amanhã é muito melhor do que o hoje
E o ontem muito aquém do que hoje vivemos
Olhe nos meus olhos
Embriague-se de amor
E me devolva na porção dobrada
O amor que te dou hoje
Quero eternamente ficar ao teu lado

Vera Helena

Um comentário:

helio.rocca disse...

Uma beíssima declaração poética de entrega. Vera, neste poema, você demonstra que o amor incondicional, tem seus momentos de pureza, de dedicação, e de total desinteresse.
Belo, belíssimo...
Helio Rocca