Seguidores

13 de setembro de 2010

PEDIDO AO TEMPO


Gostaria de pedir ao tempo
Que parasse seu relógio
Em favor de nosso amor
Que não houvesse preocupação
Com início e partida
Com chegada e despedida
Que deixasse apenas
A gente viver nosso amor
Até a última gota
Até nada mais ficar
A não ser a saudade
De novamente se encontrar
E tudo recomeçar

(Vera Helena)
Vitória/ES –em 10/09/2010 -

6 comentários:

RECANTO DA POESIA disse...

Todos os dias são dias de primavera
Perfume carregado de saudades
Saudades de minhas quimeras!

M@ria

Beijos perfumados na alma! M@ria

america disse...

e que venha a Primavera
o amor estará no ar e a alergia tambem
voltarei porque gostei daqui
beijos e sucesso

RECANTO DA POESIA disse...

As flores refletem bem o verdadeiro. Quem tenta possuir uma flor verá a sua beleza murchando. Mas quem olhar uma flor no campo permanecerá para sempre com ela. - Brida

Paulo Coelho

Feliz e abençoada semana...Beijos! M@ria

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

Quando tudo é tão tudo
e ao mesmo tempo é nada,
equilibro a rebeldia do tempo,
no consumo das horas
onde minha alma se reveste de paz

Conceição Bentes

Boa Noite!Beijos primaveril! M@ria

Gil Red Rose disse...

Oi! Vim visitar seu blogger e estou seguindo,bjs

helio.rocca disse...

O tempo sempre inexorável. Quantas vezes devaneio ao rever amigos, paisagens, que o tempo por descuido levou... Parabéns, lindo este seu poema!